Notícias

Notícia

FÓRUM DAS ENTIDADES SINDICAIS SE REÚNE COM EQUIPE DE TRANSIÇÃO DO GOVERNADOR, RATINHO JR

OPresidente do Sinteemar, José Maria Marques, representando o FES, esteve em reuniãoontem (13/11), em Curitiba, com Norberto Anacleto Ortigara, da Equipe deTransição do Governador eleito, Ratinho Junior.A reuniãofoi para sensibilizar a equipe do novo governo e abrir um canal de diálogopermanente para amenizar as perdas salariais dos servidores nos últimos anos.Na ocasião foi entregue oficialmente uma pauta unificada das categorias ligadasao Fórum.O FESreiterou o total da dívida do Governo com os servidores, sem reajustes desdejaneiro de 2017, estimado em 14%. Ortigara interagiu, fez anotações, recebeu apauta e se comprometeu em levar o assunto ao Governador Carlos Roberto MassaJunior. ACoordenação do FES reafirmou a disposição para debater, a qualquer momento,propostas que venham da parte do Governo no sentido de implantar e pagar os2,76% ainda em 2018.Além dadata-base, o FES reivindicou o cumprimento da lei para que haja a liberaçãosindical sem prejuízos nos vencimentos dos dirigentes. Quanto à questão previdenciária,e os demais itens da pauta, serão objetos de debate a partir de janeiro de 2019. Participaramda reunião, pela Coordenação do FES, José Maria Marques, da Direção doSinteemar, Donizétti Silva, da Direção Estadual do SINDISEAB; Marlei Fernandes,da Direção Estadual da APP-Sindicato; Pedro Blasczak, da Direção do Sintespo; eo Economista Cid Cordeiro, assessor econômico do FES.https://www.facebook.com/Sinteemar
Notícia

Fórum das Entidades Sindicais entrega propostas de emendas a LOA

Na última terça-feira (6/11), os Coordenadores do FES –Fórum das Entidades Sindicais, entre eles o presidente José Maria Marques, doSinteemar, protocolaram 5 (cinco) propostas de emendas à mensagem20/2018-LOA/2019 para melhoria do serviço público do Estado do Paraná e paracumprimento das legislações vigentes.LOA– Lei Orçamentária Anual éuma lei elaborada pelo Poder Executivo (governo) que estabelece as despesas eas receitas que serão realizadas no próximo ano. A Constituição determina queo Orçamento deve ser votado e aprovado até o final de cada ano. Segue aspropostas apresentadas pelo FES:1 - Reforço de dotação orçamentária no valor de R$ 707milhões, para aplicação do disposto no art. 7º. da Lei 15.512, de 31 de maio de2007, que prevê reajuste salarial anual para servidores do Poder Executivo(projeção de 4,50% em maio de 2019); 2 - Reforço de dotação orçamentária no valor de R$ 2,4bilhões, para aplicação do disposto no art. 3º. da Lei 18.493, de 24 de junho de 2015, que prevê reajuste salarial nos meses de janeiro de 2017 (6,29% + 1%)e maio de 2017 (1,10%) para servidores do Poder Executivo e art. 7º da Lei15.512, de 31 de maio de 2007 prevê reajuste salarial anual para servidores doPoder Executivo (maio de 2018, 2,76%), reajuste a ser aplicado em janeiro de2019; 3 - Reforço de dotação orçamentária no valor de R$ 8,4 milhões,para aplicação do disposto na Lei 11.034, de 30 de dezembro de 1994, que tratada atualização do valor do Auxilio Alimentação pelo índice do IPCA de agosto de2011 a setembro de 2018; 4 - Reforço de dotação orçamentária no valor de R$ 5,7milhões, para efetivação do Piso Salarial Regional como valor de ingresso paraos Servidores do servidores do Poder Executivo, alteração da faixa I para faixaII; 5 - Reforço de dotação orçamentária no valor de R$ 3,5milhões, para efetivação do auxilio transporte conforme Lei nº 17.657/2013. Os Coordenadores discutiram ainda meios de viabilizar umapauta ampla e comum aos servidores estaduais, para os próximos 4 anos. O FES – Fórum das Entidades Sindicais, continua cobrandoagenda com a Governadora Cida. A própria governadora havia prometido quediscutiria a data-base, após o período eleitoral e agora se nega a receber osservidores.https://www.facebook.com/Sinteemar;
Notícia

CARTA ABERTA AOS CANDIDATOS (AS) AO GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ

SindicatosUnificados das universidades estaduaisNestaquarta-feira (05/09), ocorreu na Universidade Estadual de Londrina (UEL),debate entre os candidatos ao Governo do Paraná. A iniciativa possibilitou que fossemapresentadas e debatidas as propostas daqueles que estão pleiteando a vaga noPalácio Iguaçu.Representantesdos Sindicatos Unificados, de docentes e agentes universitários dasInstituições Estaduais de Ensino Superior (IEES), se reuniram na terça-feira eproduziram uma carta aberta aos candidatos ao Governo do Paraná nas eleições de2018. Entreos assuntos tratados estão pautas comuns, como a data-base, a contratação depessoal e as questões orçamentárias das IEES e também, específicas dascarreiras de agentes universitários e docentes.Deacordo com os dirigentes sindicais, o próximo governador do Paraná deve possuira sensibilidade para tratar dos problemas que afligem o Ensino Superior e paraa efetiva construção de um pacto para o desenvolvimento no Ensino, na Pesquisae na Extensão, reconhecendo a necessidade e a importância das Universidadesparanaenses, bem como seus reflexos sociais e econômicos.NaCarta Aberta, os dirigentes destacam que as reivindicações apresentadas são pautashistóricas e permanentes dos Sindicatos Unificados das Universidades Estaduais,com inúmeros estudos e reflexões, inclusive, com análises e pareceres deSecretarias de Estado do Paraná e de órgãos governamentais.Na oportunidade,o único candidato que se recusou a assinar o recebimento da carta foi ocandidato João Arruda (MDB). Ratinho e Cida Borghetti não participaram dodebate. Ratinho já recebeu a nossa pauta de reivindicação e deu ciência.Estamos aguardando audiência com Cida Borghetti.Confira: