CAMPANHA DE VALORIZAÇÃO DOS (AS) SERVIDORES (AS) PÚBLICOS (AS)

Notícia
É com o trabalho dos servidores públicos que o Estado atende as necessidades da população.
 
Para chegar lá, os servidores passam por concursos dificílimos e super concorridos, que já selecionam pessoas qualificadas.
 
E as coisas não melhoram durante a carreira.
Muitas vezes, usam o próprio salário para que não faltem materiais básicos de trabalho e higiene.
 
Cumprem horas extras que nunca serão pagas.
 
Trabalham em ambientes precários.
 
Acumulam serviços, devido a carência de mais servidores.
 
Constroem carreiras mais longas e vão permanentemente se aperfeiçoando, tornando-se cada vez mais especializados (diferentemente da rotatividade da iniciativa privada)
Levam a culpa quando há transtornos nos serviços públicos (culpa que é dos governantes).
 
São perseguidos e ameaçados.
 
Muitos estão em lugares remotos, onde a iniciativa privada não atende (porque “não dá lucro”).
 
Eles enfrentam tudo isso e muito mais por um salário em média apenas 8% maior que o da iniciativa privada (mesmo tendo muito mais qualificação), mas sob condições de trabalho geralmente muito piores.
 
Ou seja, nada de privilégio. Nem de supersalários (isso é coisa para bem poucos).
Desrespeitar os servidores não é a solução para o país. Nem a Reforma Administrativa (PEC 32/2020), que só agravará esse quadro e prejudicará a população.
 
A solução é priorizar o povo e quem trabalha para o povo (servidores), com serviços públicos de qualidade e para mais pessoas!
Valorize que é público. Porque é para todos.